domingo, 30 de abril de 2017

MONTE SANTO-BA: GRUPO FINGE SER POLICIA, INVADE CASA E MATA MORADOR

Por Clóvis Gonçalves

Monte Santo: Grupo finge ser polícia, invade casa e mata morador

Um homem foi morto a tiros no telhado de sua casa, na zona rural do município de Monte Santo, no norte da Bahia, na madrugada deste último sábado (29 de abril), de acordo com informações do G1. Segundo a delegada da Polícia Civil, o grupo autor do ataque estavam encapuzados fingiu ser a polícia ao chegar à residência, na Fazenda Barriguda, localizada perto do distrito de Pedra Vermelha, que fica a cerca de 20 quilômetros da sede do município. Os criminosos afirmaram que eram policiais, mas Raulino Peixinho Moraes, de 37 anos de idade, desconfiou e não permitiu a entrada do grupo, que então arrombou a porta. 
Raulino entrou em um dos quartos, subiu no telhado e tentou fugir, mas foi baleado. Sua mulher, grávida, também estava na residência no momento do crime, mas não se feriu, conforme a polícia. A vítima havia cumprido pena, em 2014, por uma tentativa de homicídio contra uma ex-mulher, mas não há informações se há relação entre os episódios. (Bahia.Ba)

ALAGOINHAS-BA: HOMEM FOI ASSASSINADO DENTRO DA IGREJA NA VIGILÍA

Por Clóvis Gonçalves 

Homem é morto dentro de igreja evangélica durante vigília em Alagoinhas
Um homem foi morto na madrugada de sábado (29 de abril) dentro de uma igreja evangélica, durante a celebração de uma vigília, na cidade de Alagoinhas (BA). Conforme informações da Polícia Militar, o crime aconteceu no bairro Santo Antônio. Segundo o site Luciano Reis Notícias, dois homens entraram no local, chamaram a vítima e depois abriram fogo no interior da igreja Monte Moriá. Cerca de 60 fiéis estavam no local. 
O rapaz foi socorrido para o Hospital Regional Dantas Bião (HRDB), em Alagoinhas, mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi atingido por dois tiros, um na barriga e outro no tórax. No interior do templo, foram encontrados dois estojos, um projétil calibre 9 milímetros e um cartucho do mesmo calibre. Ainda conforme a publicação, a vítima foi identificada como Ronald dos Santos Jesus, de 21 anos. Roni como era conhecido, era sobrinho de Edvan Alves dos Santos, suspeito de ter assassinado a enfermeira e professora universitária Rosângela Gomes Costa, de 35 anos.
Rosângela foi encontrada morta dentro de casa no último dia 21 de abril, amarrada, esfaqueada e amordaçada. O crime aconteceu na Margem da Linha do bairro Barreiro, em Alagoinhas. Edvan foi preso na manhã de sábado (29), por policiais militares, em um trailer, ás margens da BR-110, no entrocamento entre os municípios de Crisópolis e Olindina. O acusado está preso na 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Alagoinhas. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. (BocaoNews)

sábado, 29 de abril de 2017

OS DOIS CORPOS ENCONTRADOS DENTRO DE CARRO EM PEDRÃO PODE SER DO GERENTE DO TRÁFICO DO BAIRRO DE VALÉRIA

Por Clóvis Gonçalves


Um veículo Ford EcoSport prata com placa PYH 2296 de Minas Gerais encontrado metralhado no município de Pedrão, próximo a Irará, pode ser do gerente do tráfico de Valéria, na capital baiana, Robson Luís, conhecido como Robin. Ele viajava com a esposa, e as duas filhas e um amigo com destino a Salvador. De acordo com o Blog Clóvis Gonçalves de Irará, um carro foi encontrado na madrugada de sábado (29) na zona rural da cidade. Policiais levantaram a hipótese que é o mesmo automóvel que estava o marginal e a família, mas a informação não foi confirmada pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA).
Dentro, tinham dois corpos sem identificação, um fuzil, dois revólveres e drogas com o símbolo do Bonde do Maluco (BDM). O fato de Robin fazer parte da facção Katiara é que estaria despertando dúvidas, pois o entorpecente encontrado, provavelmente, era da facção rival. O traficante é ou era o braço-direito de Adilson Souza Lima, o Roceirinho. As duas vítimas foram encaminhadas para o Departamento de Polícia Técnica de Alagoinhas. Tudo indica que um corpo é do comparsa de Robin e o outro da mulher. Ambos estavam sem documentos. Não há sinais das crianças e Robin também não foi encontrado.
Segundo uma moradora de Valéria em contato com o Informe Baiano, criminosos mandaram fechar os estabelecimentos comerciais do bairro e determinaram toque de recolher. Eles também prometeram queimar ônibus. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) determinou o reforço do policiamento na região de Valéria. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil.(IB)

SALVADOR: SSP NÃO CONFIRMA CHACINA ENVOLVENDO GERENTE DO TRÁFICO E FILHAS

Por Clóvis Gonçalves


A Secretaria de Segurança Pública do estado da Bahia (SSP-BA) não confirmou a chacina envolvendo o gerente do tráfico do bairro de Valéria, Robson Luis, conhecido como Robinho, as duas filhas, de 1 e 5 anos e a esposa neste sábado (29 de abril), por volta de 11 horas, em Pojuca. Os quatro teriam sido assassinados quando retornavam de carro para Salvador.
De acordo com uma moradora em contato com o Informe Baiano, Robinho que é o braço-direito de Adilson Souza Lima, o Roceirinho, líder da facção criminosa Katiara, foi surpreendido por um grupo de homens armados, supostamente da facção Comando da Paz (CP). Porém, existe a possibilidade de ele ter reagido a um confronto com a Polícia. O clima é tenso em Valéria, na capital baiana e o policiamento foi reforçado pelas Polícias Civil e Militar.
Ainda de acordo com a moradora, os comparsas do acusado de ser traficante mandaram fechar os estabelecimentos comerciais da região e determinaram toque de recolher. Revoltados, os traficantes também prometeram queimar ônibus. No bairro de Águas Claras, o bando ligado ao traficante Jhá, que é rival ao grupo de Robinho, soltou fogos em comemoração as mortes. (IB)

SECRETÁRIA DE SAÚDE FOI DENUNCIADA POR DESVIO DE VERBAS EM IAÇU

Por Clóvis Gonçalves

A secretária de Saúde de Iaçu, Erotildes Barbosa Almeida Neta, fez duras críticas à gestão passada e denunciou que houve desvio de verbas e extravio de equipamentos hospitalares. “São graves os problemas que o prefeito Adelson Oliveira vem enfrentando na área da saúde, para garantir qualidade e universalidade no atendimento a população de Iaçu”, revela.
 
Erotildes confessa que ficou surpresa com “a situação de abandono e o desleixo praticados pela gestão passada, causando as atuais dificuldades na gestão saúde”. Ao inspecionar as instalações hospitalares assim que assumiu o cargo, a secretaria revela: “encontramos uma estrutura de saúde muito deficiente, com desvio de verbas e roubos de equipamentos, por isso tivemos muitas dificuldades para colocar o Hospital Municipal Dr. Valdir Cavalcanti Medrado em funcionamento”.
Recentemente a secretária Erotildes Neta visitou a unidade hospitalar e apresentou para a imprensa a situação que encontrou, denunciando que muitos equipamentos foram levados dolosamente, por indivíduos ainda não identificados. “Nosso hospital sofreu sérios prejuízos, além do fato que os gestores anteriores deixaram muitos equipamentos quebrados e danificados, dificultando o atendimento da população”.
 
Ela revelou, segundo o site O Paraguaçu, que na gestão do prefeito Nixon Duarte Muniz (PMDB) foi liberada uma verba do governo federal no valor de R$340 mil, de uma emenda ao Orçamento da União, que deveria ter sido investida em novos equipamentos, ajustes e melhorias no Centro Obstétrico e Cirúrgico, mas não foram realizados. “Desviaram o dinheiro para compra de carros, serviços ruins de pintura no Centro Cirúrgico, mas o que seria objeto da verba, isso não foi feito”, denuncia a secretária Erotildes decepcionada.

DUAS PESSOAS FORAM MORTAS NA NOITE DE SEXTA-FEIRA (28/4) EM FEIRA DE SANTANA

Por Clóvis Gonçalves
Duas pessoas morreram vítimas de tiros na noite desta última sexta-feira (28 de abril), após darem entrada na emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana.
 
O primeiro caso ocorreu às 20h, quando o pintor Edilson Brito de Souza, 48 anos, deu entrada na unidade hospitalar após ser baleado por disparos de arma de fogo, que atingiram a cabeça e o ombro esquerdo, enquanto transitava em uma motocicleta pela Avenida Sérgio Carneiro, no bairro Santo Antônio dos Prazeres. O crime apresenta características de latrocínio (roubo seguido de morte). Edilson morava na Rua OAB, nº 32, no mesmo bairro.
 
Na mesma noite, no bairro Pedra Ferrada, o adolescente Laércio Luan da Silva Rodrigues Ferreira, de 16 anos, que residia na rua A, bloco 12, no condomínio Asa Branca V, também foi baleado na cabeça e no pescoço e não resistiu aos ferimentos. O fato ocorreu na rua Santo Antônio, também no mesmo bairro.
 
Até o momento, não há informações sobre a autoria e motivação de ambos os crimes. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga os casos. (Deolhonacidade)