domingo, 26 de junho de 2016

ÁGUA FRIA-BAHIA: MULHER É ALVEJADA POR DISPAROS DE ARMA DE FOGOS NA CABEÇA

Por Clóvis Gonçalves

No dia 24 de junho no município de Água Fria na Bahia, Adélia Souza Silva 30 anos residente no distrito Curral de Fora no mesmo município acima citado onde aconteceu a tentativa de homicídio. A mulher foi alvejada por disparos de arma de fogo causado por pessoa desconhecida, os disparos provocados por arma de fogo lhe atingiram na mão e na cabeça.

Populares a conduziram para o hospital Luiz Eduardo Magalhães onde recebeu atendimento os primeiros atendimentos da equipe de plantão. Policiais militares do 2º Pelotão da 97ª CIPM da Policia Militar daquela cidade foram informados da situação deslocaram para a unidade hospitalar para averiguar os motivos e a autoria da tentativa contra a mulher. O local onde ocorreu a tentativa contra a vida de Adélia não foi informado.

Policiais militares da 97ª Companhia da Policia Militar da Bahia sediada em Irará localizaram na Rua Rui Barbosa, na rodovia estadual BA-084 que corta o perímetro urbano do município de Irará um veículo de marca Volkswagen modelo Gol de cor prata ostentando placas policial JOR 4177 licença do município de Feira de Santana-BA. O  veículo estava abandonado no local em seguida removido para a sede da 97ªCIPM/Irará.(Fonte:Registro Policiais)

HOMEM É BALEADO QUANDO PARTICIPAVA DE FESTEJOS JUNINO EM IRARÁ

Por Clóvis Gonçalves
Na noite de sábado 25 de junho, quando participava dos festejos juninos promovido pelo bloco junino Pé de Mula em seu espaço fechado na Fazenda Saco Velho zona rural do município de Irará, o jovem conhecido pelo apelido de Collor residente na Avenida Elísio Santana em Irará foi baleado por seis vezes por arma de fogo calibre 38, sendo atingido as costas e região glútea (nádegas). Vítima de tentativa de homicídio  foi socorrida para a emergência do hospital Drº Deraldo Portela Miranda onde deu entrada por volta das 23h00.

Após receber os primeiros atendimentos médico foi transferido para a emergencia do Hospital Clériston Andrade em Feira de Santana. A autoria e  os motivos desta tentava conta a vida do jovem ainda são desconhecidas, a Delegacia Territorial de Irará através do SI irá apurar o crime. O quadro de saúde de Collor é estável e não corre risco de morte.

De acordo com informações de populares para a reportagem do Blog Clóvis Gonçalves de Irará, Alisson dos Santos, 34 anos estava dentro de um veiculo dados não informados preparando-se para deixar o local da área externa quando um em motocicleta disparou seis tiros contra Collor, a vitima ainda depois de baleada correu atrás do seu oponente que empreendeu fuga para local incerto. 

Policiais militares que formavam a guarnição da PETO da 97ª CIPM/Irará estiveram na unidade de saúde (Irará) coletando informações registraram a ocorrência. A reportagem apurou que a tentativa de homicídio ocorreu na área externa do espaço onde estava sendo realizado o evento junino, depois do encerramento das apresentações dos artistas.  

sábado, 25 de junho de 2016

A FORTE TRADIÇÃO DO SÃO JOÃO EM IRARÁ; MESMO COM AUSÊNCIA DE ATRAÇÕES FAMOSAS

Por Clóvis Gonçalves
A força da tradição do São João em Irará ficou evidenciada neste ano de 2016, onde não foram contratadas atrações famosas por conta da situação econômica que passa vários municípios baianos, nem mesmo a capital baiana no centro histórico Pelourinho não apresentou grandes atrações. Destacando as belíssimas ornamentações das Praças do Coreto e a Passarela do Forró em seu primeiro ano na Praça Tancredo Neves (Chalé) elogiada por vários visitantes quando disparavam os clicks dos seus celulares fotografando, as fotos como recordação.  
Então mesmo sem grandes atrações o São João em Irará continua sendo muito atrativo, não só pelos filhos da terra que residem em outras cidades, inclusive Salvador, bem como os tradicionais visitantes de todos os anos que fazem no período junino em Irará como caminho da roça, alguns desses visitantes tradicionais chegaram na noite de quarta-feira (23) com o retorno programado para a tarde do dia 24 por conta de compromissos profissionais, mesmo enfrentando grandes engarrafamentos  no percurso até Irará, eles tinham opções para curtir o São João em outras cidades, mas optaram por vir para Irará, refiro-me aos amigos Mara, David e Cintia Bomfim que são soteropolitanos mas reserva em seus corações um cantinho para Irará, e a irarense Valdice que é a cicerone dos visitantes.
Cintia Bomfim, Valdice, Mara e David
Por tanto o São João em Irará também é feito com as atrações locais, no dia 23 no palco da Passarela do Forró se apresentaram Os Caçulas do Forró, Zelito Bezerra, Zé Ribeiro. Na Vila do Forró na Praça do coreto, animação ficou por conta de Zezinho dos oito baixos, Forrolindo, e apresentações de grupos de quadrilhas juninas de comunidades locais. No dia 24 sexta-feira, na Passarela do Forró na Praça Tancredo Neves (Chalé) Chiquinho e o Trio Virgulino, na Vila do Forró, o bom forró pé de serra ficou com Bill do Acordeon e Amor Nordestino.
O bloco infantil Forró Kids da Funda Messias Silva em seu terceiro ano consecutivo participa dos festejos juninos sempre no dia 24 de junho trazendo alegria das crianças, com comando musical de Amarildo e seus teclados repertório escolhido para a criançada, os adultos que eram acompanhantes também aproveitaram. A diretoria da fundação, Gleide Assis presidente, a vice-presidente Gabriela Maia e Andreia Damasceno tesoureira informaram na sede provisória na Rua Teodoro Pinheiro centro de Irará para o blog Clóvis Gonçalves de Irará que a fundação Messias desenvolve trabalho social com famílias carentes de Irará e região com mais de quatro anos de que a instituição foi criada, ainda de acordo com a direção da entidade o bloco surgiu com a necessidade das crianças poderem participar do São João uma vez que só existiam blocos formados por com adultos. 

A diretoria esclareceu que os recursos captados com a venda de quase 200 kits foram colocados venda são canalizados para a compra de cestas básicas que serão distribuídas para famílias carentes.  Alguns kits também são destinados para crianças carentes de maneira gratuita, finalizou a vice- presidente Gabriela Maia.

JUSTIÇA BLOQUEIA R$ 1,35 BILHÕES DE 46 INVESTIGADOS POR DESVIOS DE FUNDOS DE PENSÃO

Justiça Federal no Rio de Janeiro decretou o bloqueio de R$ 1,35 bilhão de 46 investigados pessoas físicas e jurídicas por suposto desvio de recursos dos fundos de pensão Petros, da Petrobrás, e Postalis, dos Correios, na compra de debêntures do Grupo Galileo. A informação sobre o congelamento de ativos foi divulgada no site da Procuradoria da República no Rio de Janeiro que deflagrou em conjunto com a Polícia Federal a Operação Recomeço.
Acolhendo pedido dos procuradores, a 5.ª Vara Federal Criminal do Rio ordenou a prisão de sete alvos, o ex-diretor financeiro do Postalis Adilson Florêncio da Costa, dos sócios do Grupo Galileu à epóca dos fatos Márcio André Mendes Costa e Ricardo Andrade Magro, os então representantes legais da Universidade Gama Filho Paulo César Prado Ferreira da Gama e Luiz Alfredo da Gama Botafogo Muniz, o ex-diretor do Grupo Galileo Carlos Alberto Peregrino da Silva e o advogado Roberto Roland Rodrigues da Silva Júnior.
A Recomeço aponta desvios na aquisição dos títulos mobiliários. Além da prisão de sete investigados, a Justiça autorizou buscas e apreensões em doze endereços, um em Brasília, um em São Paulo e dez no Rio. Segundo o Ministério Público Federal, em dezembro de 2010, o Grupo Galileo emitiu debêntures no valor de R$ 100 milhões para captar recursos a fim de recuperar a recém-adquirida Universidade Gama Filho.
“As investigações encontraram fortes indícios de que o dinheiro captado foi ilegalmente desviado para outros fins, em especial para contas bancárias dos investigados, de terceiros e de pessoas jurídicas relacionadas aos investigados, o que levou à quebra definitiva da Gama Filho e da UniverCidade, também mantida pelo Grupo, e ao descredenciamento delas pelo Ministério da Educação em 2014, com danos a milhares de estudantes”, diz o texto divulgado no site da Procuradoria.
O esquema também teria prejudicado os fundos de Pensão Postalis e Petros, que adquiriram em 2011 as debêntures do Grupo Galileo confiando na recuperação da Gama Filho. A operação causou perdas aos segurados no valor de R$ 90 milhões e também foi apurada pela CPI dos Fundos de Pensão na Câmara dos Deputados, cujo relatório final, aprovado em abril de 2016, concluiu pela irregularidade da compra dos títulos mobiliários e apontou indícios de graves ilícitos penais.
“A gravidade dos supostos crimes cometidos é potencializada por dois fatores sociais cruéis: o prejuízo em suas aposentadorias sofrido pelos segurados dos fundos de pensão afetados e o irreversível dano que milhares de alunos das universidades Gama Filho e UniverCidade tiveram que suportar em razão do conexo descredenciamento efetivado pelo MEC por conta da ruína dessas instituições de ensino”, disse o procurador regional da República Márcio Barra Lima. Márcio Lima coordena com o procurador da República Paulo Gomes o grupo de quatro procuradores mobilizados para a investigação denominada Recomeço. (Estadão conteúdo)

sexta-feira, 24 de junho de 2016

BAHIA É DERROTADO PELO BRASIL DE PELOTAS E SE COMPLICA NA SÉRIE B DO BRASILEIRÃO

Por Clóvis Gonçalves

Sem vencer nas três últimas partidas do Campeonato Brasileiro da Série B 2016, Bahia e Brasil de Pelotas se enfrentaram na noite desta sexta-feira (24) em jogo válido pela 12ª rodada da competição. E jogando no Estádio Centenário, o Esquadrão de Aço encontrou o seu quarto tropeço seguido ao ser derrotado pelos Xavantes por 2x1 na cidade de Caxias do Sul. Com o resultado, os tricolores estacionam nos 17 pontos e dormem provisoriamente em 9º lugar enquanto os gaúchos sobem para a 7ª posição com 19 pontos. A partida se inicia com dura marcação dos gaúchos, que anulavam as investidas do Bahia com faltas e sem dar espaço aos chutes de longa distância. Com isso, o primeiro lance de perigo veio apenas aos sete minutos, quando Régis recebe passe na entrada da área e chuta torto para o gol dos anfitriões.
FICHA TÉCNICA
Brasil de Pelotas x Bahia
Campeonato Brasileiro da Série B – 12ª rodada
Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)
Data: 24/06/2016
Horário: 21h30
Árbitro: Igor Junio Benevuto (MG)
Assistentes: Breno Rodrigues (MG) e Andre Luiz Severo (PR)
Cartões amarelos: Leandro Leite, Juninho, Éder, Luisinho, Lucas Fonseca, Moisés
Cartão vermelho :
Gols: Felipe Garcia

Brasil de Pelotas: Eduardo Martini; Weldinho, Teco, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira (Clébson), Marcos Paraná (Nathan) e Felipe Garcia; Ramón Técnico: Rogério Zimmermann. //Bahia: Marcelo Lomba; Danilo Pires, Éder, Lucas Fonseca e Moisés; Feijão, Juninho, Renato Cajá e Régis; Luisinho (João Paulo) e Thiago Ribeiro (Zé Roberto) Técnico: Aroldo Moreira.(VozdaBahia)

O MINISTRO TEORI ZAVASCKI CONTRARIA JANOT E ENVIA DENUNCIA CONTRA LULA PARA A JUSTIÇA DO DF

Por Clóvis Gonçalves


O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki decidiu nesta sexta-feira (24) enviar para a Justiça do Distrito Federal a denúncia contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob acusação de envolvimento numa trama para comprar o silêncio e evitar a delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. A decisão contraria a posição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, que defendeu que o caso ficasse com o juiz do Paraná Sergio Moro. 
Teori entendeu que o caso é de responsabilidade da Justiça do DF porque a tentativa do crime teria sido praticada em preponderância na capital federal, mesmo tendo fatos no Rio de Janeiro e em São Paulo. O ministro cita, por exemplo, que o fato-chave do caso ocorreu em Brasília, onde o ex-senador Delcídio do Amaral (ex-PT-MS) foi gravado em uma conversa na qual ofereceu auxílio financeiro para evitar a colaboração premiada de Cerveró. Segundo Teori, o próprio Supremo já fixou que casos que não tenham conexão direta com a corrupção na estatal não devem ficar a cargo da Justiça do Paraná. 
Tais fatos não possuem relação de pertinência imediata com as demais investigações relacionadas às fraudes no "âmbito da Petrobras". Na semana passada, o ministro enviou para Moro e a força-tarefa da Lava Jato a maior parte das investigações sobre Lula -16 procedimentos- como os casos do tríplex em Guarujá e o sítio de Atibaia, em São Paulo.(VozdaBahia)