quarta-feira, 1 de abril de 2015

QUASE 60% DAS POLICIAIS ACREDITAM QUE COMPORTAMENTO INCENTIVA O ASSÉDIO

Por Clóvis Gonçalves

Uma pesquisa sobre as relações de gênero nas corporações policiais mostrou que 57,4% das 2.415 policiais entrevistadas acreditam que o comportamento das mulheres no trabalho pode incentivar comentários inapropriados ou assédio, tanto moral quanto sexual. Entre os policiais masculinos que responderam à pesquisa, 63,2% compartilham da mesma opinião.

Segundo a diretora executiva do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (Fbsp), Samira Bueno, é preciso desmistificar essa visão porque as mulheres não podem ser responsabilizadas pela violência que sofrem. “É interessante ver como isso está colocado na cabeça das mulheres, reflexo da cultura machista que faz parte da nossa sociedade”, disse. Além disso, 40,4% das entrevistadas acreditam que as mulheres usam de troca de favores sexuais para ascender hierarquicamente na instituição.
O Fbsp fez a pesquisa “As Mulheres nas Instituições Policiais” em parceria com o Núcleo de Estudos em Organizações e Pessoas da Fundação Getulio Vargas, a Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e o Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais.
Foram ouvidos 13.055 policiais em todo país, de 12 a 26 de fevereiro de 2015, das polícias Civil, Militar, Técnico Científica, Federal e Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e guardas municipais. A pesquisa foi respondida voluntariamente por meio de formulário eletrônico.
Das mulheres entrevistadas, 39,2% declaram ter sido vítima de algum tipo de assédio (moral ou sexual) dentro da própria corporação. Dentre essas, 74,5% se declaram vítimas de assédio moral e 25,5% afirmam ter sido assediadas sexualmente, sentindo-se desrespeitadas ou forçadas a dar consentimento. Entre os homens, dos 20,1% que declararam que foram assediados, 95,6% sofreram assédio moral.
De acordo com a pesquisa, apenas 11,8% das policiais prestaram queixa do assédio e, destas, 68% não ficaram satisfeitas com os desdobramentos da denúncia. No caso dos homens, 11,7% prestaram queixa e desses 80,7% não ficaram satisfeitos com o resultado. Entre os desfechos citados estão o arquivamento da denúncia, sindicância interna, advertência formal, transferência do denunciado, promoção do denunciado, além daqueles que desconhecem o desfecho.
Segundo Samira, os resultados também mostram a perspectiva dos homens em relação à mulheres e os níveis de violência a que são submetidas. “As mulheres estão mais vulneráveis ao assédio. Se compararmos as respostas, é mais comum para as mulheres perceberem piadas ou comentários inapropriados como formas de violência e os homens não entendem isso como ofensa. Mas 62,9% das mulheres passaram por essa situação”, disse.
A diretora explicou que o objetivo da pesquisa era explorar as relações de gênero nas instituições de segurança pública, tendo em vista o crescente protagonismo das mulheres nesse trabalho. Segundo o Fbsp, estima-se que o Brasil tenha cerca das 75 mil policiais , ou cerca de 12% do universo pesquisado.
“A maior parte das policiais não sabem como denunciar, as corporações não tem fluxo definido para quando esse assédio acontece. As corregedorias, em tese, podem receber denúncias, mas não têm protocolos ou normativas, é muito subjetivo”, disse Samira. Entre os canais utilizados pelos policiais para denúncias, segundo a pesquisa, estão a Corregedoria e a Ouvidoria, delegacias de polícia, o Ministério Público e as entidades de classe (associação ou sindicato).(Agencia Brasil)

SEC. DE ASSIST. SOCIAL PROMOVE OFICINAS E O REENCONTRO DO "GRUPO VAIDOSO"

Por Clóvis Gonçalves

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Irará realizou duas ações entre os dias 31 de março a 1º de abril de 2015.
No dia 31 durante o período matutino e vespertino no espaço onde funciona o Programa de Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculo na Rua Pompilio Santana realizou uma oficina de capacitação para 100 mulheres mães de alunos crianças e adolescentes matriculados no programa que foram formados quatro grupos para a produção de ovo de chocolate com a aproximação da páscoa para gerar emprego e rendas, com outras oficinas que serão realizadas no futuro bem próximo as mães já deslumbram a possibilidade de criar uma cooperativa para inicialmente produzir tortas e demais produtos para abastecimento no mercado local.
Esta oficina teve a supervisão do confeiteiro Luis Carlos Gomes residente em Irará, a criação desta oficina tem como objetivo o fortalecimento de vinculo familiar, concluiu a Coordenadora do Programa de Serviço e Convivência e Fortalecimento de Vínculo Aline Cerqueira.

Na manha de quarta-feira (1º/4) na Praça da Matriz aconteceu o reencontro do grupo Vaidoso formado por 120 mulheres e três homens, com algumas atividades com dança e ginástica funcional orientado pelo professor Geovane Cerqueira Damasceno, também foi servido um café da manha segundo a Coordenadora Aline Cerqueira o objetivo destes encontra é para socializar os componentes do grupo os que estão participando há algum tempo com os recém chegados, e buscando uma melhor qualidade de vida os tornados mais saudáveis, a tradução positiva deste trabalho realizado com os idosos é que a freqüência nas consultas medicas  periódicas com são apenas de ordem preventivas.
Marcando presença no evento a artista poeta e cordelista Kitute de Licinho contado os seus tantos causos que não dá para ficar sem soltar os risos, o evento com início às 8h20min, também estavam o prefeito de Irará Derivaldo Pinto (PT) as assistentes sociais vinculadas ao CRAS, o Secretário Municipal de Assistência Social Francisnaldo Avena após o evento gentil mente concedeu entrevista ao repórter Clóvis Gonçalves da rádio Irará FM.
Na secretaria nós estamos tentando dar uma dinâmica maior nas suas atividades em 2015 estivemos uma pequeno problema por questão de pessoal para exercer algumas funções  em razão da prefeitura estar fazendo o processo seletivo para a contratação, daí esse e outros programas correria o risco de uma interrupção, conversamos com o gestor municipal e com a autorização judicial podemos trazer a equipe que estava executando a ações da secretaria para que não tivéssemos descontinuidade das nossas atividades dos nossos e vários programas sociais, o secretario destacou a parceria entre a sua pasta que firmou com o Centro Profissional de Irará(CEPI) e o SENAC, também com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico para a realização de vários cursos profissionalizantes para os beneficiário do Bolsa Família, incluindo homens e mulheres, com o objetivo de gerar emprego e renda, concluiu o secretário.        


terça-feira, 31 de março de 2015

DIRETOR DO DETRAN EXPLICA REAJUSTE DA TARIFA DE VISTORIA VEICULAR NA BAHIA

Por Clóvis Gonçalves


aratu online serviço Site do Detran vai disponibilizar relação de empresas credenciadasFoto: Divulgação Detran  
Na reunião com a Comissão de Finanças, Orçamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (31), o diretor geral do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Maurício Bacelar, apresentou um estudo que coloca o valor da taxa de vistoria veicular, no estado, entre as mais baixas do país. Segundo ele, na Bahia o cidadão paga R$ 80 pelo serviço; em Minas Gerais, R$ 133; no Rio de Janeiro, R$ 110; em Sergipe, a taxa chega a R$ 149.
Perguntado pelos deputados sobre o motivo para o aumento no valor da vistoria, que passou de R$ 35 para R$ 80, o diretor explicou: “Havia uma defasagem muito grande na tarifa, que não cobria os custos do Detran com o serviço, por isso foi necessário recompor o valor, em lei aprovada aqui na Assembleia, em dezembro do ano passado”.
Mauricio Bacelar também foi questionado sobre o credenciamento de empresas privadas junto ao órgão para a realização de vistorias, que cobram valores entre R$ 106 e R$ 110. “Hoje, temos 437 terceirizadas, em todo o estado, que praticam os valores sob as regras do mercado, onde o Detran não pode interferir nem tabelar os preços. No momento, o credenciamento está suspenso por 90 dias, porque estamos fazendo um levantamento para encontrar um equilíbrio na demanda. E mais: vamos disponibilizar no nosso site a relação de todas as empresa credenciadas, tanto de vistoria veicular como dos outros serviços, por cidade”, anunciou.(Aratuoline)

COMISSÃO DE JUSTIÇA DA CÂMARA APROVA REDUÇÃO DA MAIORIDADE PENAL PARA 16 ANOS

Por Clóvis Gonçalves


 
Foto: Reprodução/G1
Foi aprovada nesta terça-feira (31) pela Comissão de Justiça da Câmara a proposta que altera a maioridade penal de 18 para 16 anos. A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 171/93, que ficou mais de 21 anos parada na Câmara, foi aprovada pelos deputados com 42 votos a favor e 17 contra. Se posicionaram favoravelmente à alteração os partidos PSDB, DEM, PR, PSD. Já o PT, PCdoB e o PSB votaram contra. Parlamentares do PMDB foram liberados da votação. Com a aprovação na CCJ, uma comissão especial irá debater o tema por até 40 sessões.

Caso aprovada, a proposta vai ao plenário, onde serão exigidos 308 votos de um total de 513 deputados, para aprovação, em duas votações. Posteriormente, a proposta precisa passar pela CCJ do Senado e mais duas votações no plenário, onde são exigidos 49 votos entre os 81 senadores. 

MAPA DO CRIME ORGANIZADO, E O DOMÍNIO DO TRÁFICO DE DROGAS EM SALVADOR

Por Clóvis Gonçalves
Quem passa pela Ladeira do Gravatá no centro histórico de Salvador as frases espalhadas pelos muros podem ser são meras pichações mas para aqueles que moram no local as palavras  tem muito a dizer, Caveirão, segundo um morador a palavra é uma facção que está no comando do tráfico do local,Caveira e Comando da Paz (CP) moradores ainda disseram se pinta os muros eles pintam novamente com as iniciais da facção criminosa, não podemos fazer nada para não correr o risco de morrer.

Os escritos que também podem ser encontrado na região do bairro da Saúde também no centro histórico de Salvador e em diversos outros bairros da capital baiana são nomes de quadrilhas que dominam o tráfico de drogas nas localidades, além das frases os traficantes marcam territórios de diversas formas inclusive por meio do mapa do tráfico, boa parte dos assassinatos e chacinas em Salvador é fruto de uma guerra existente pelo menos três quadrilhas,Caveira,Comando da Paz e Catiara, diariamente integrantes destas gangues matam e morrem na tentativa de proteger os ponto de drogas e conquistar territórios dos rivais.

O Comando da Paz também é conhecido por Comissão da Paz, ou CP,seus integrantes se cumprimentam com a saudação ÊA,e tem como símbolo um escorpião, é comandado pelo traficante Cláudio Campanha que está preso em Catanduvas no Paraná, Caveira ou Caveirão os seus membros se cumprimentam com a saudação É Nóis, o símbolo é uma caveira o comando deste grupo é Perna custodiado no presídio federal de Campo Grande em Mato Grosso do Sul.

Um especialista em segurança pública informou que as disputam que ganham e aterrorizam começam dentro dos próprios presídios, segundo ele existe uma necessidade de alimentar aqueles que estão na cadeia,as gangues de ruas também estruturadas pelo poder público na medida que definem em qual gangue ele deve ingressar a medida que ele é preso na delegacia depois nos presídios definem as alas onde mandam determinado grupo e outro também, assim os novos presos devem se enquadrar nestes grupos, apartir desta definição eles passam a lutar foras das cadeias para alimenta os que estão encarcerados.

De acordo com policiais que não querem se identificar o comando dos bairros da capital estão divididos pelos grupos da seguinte forma; Paripe, Bairro e da Paz Engenho Velho de Brotas são comandados pelo grupo Caveira,Valéria e Garcia pelo Comando da Paz, Cidade Baixa,Cajazeira São Cristóvão, Cabula, Calabar, Engenho Velho da Federação estariam divididos entre os dois grupos, a Liberdade e Cosme de Farias tem maior influencia do CP, já no Nordeste de Amaralina o Caveira teve um domínio maior, na Boca do Rio seria independente, já a Ilha de Itaparica a quadrilha Catiara, o comando da policia militar não considera os grupos como facções, as quadrilhas não seriam organizadas a este ponto. 

São estruturas mais organizadas em outros estados percebe-se isso inclusive com armamento eles praticam o enfrentamento diferente aos órgãos do estado, é uma forma de se sentir parte e de querer fazer união que não verdade não existe, ou seja uma maneira de se auto afirmar dentro daquela localidade,finalizou.(Band/BrasilUrgente)       


BANDIDOS EXLODEM AGENCIA BANCÁRIA EM RIO DE CONTAS




Grupo com cerca de 12 homens chegou na cidade causando pânico e atirando para o alto

Um grupo armado explodiu uma agência do Banco do Brasil no município de Rio de Contas, região da Chapada de Diamantina que fica a 673 quilômetros de Salvador. Segundo informações do delegado da polícia civil Jackson Trindade, o crime aconteceu por volta das 3h da madrugada, em um imóvel histórico que fica no centro da cidade.Segundo a polícia eles chegaram fazendo disparos de arma de fogo para o alto, também cercaram a sede da polícia militar depois explodiram os caixas eletrônicos da agencia  que ficou totalmente destruída,a quantia roubada não foi divulgada.
grupo com cerca de 12 homens chegou em Rio de Contas causando pânico. "Desde da entrada da cidade eles ficaram atirando para o alto com o intuito de intimidar a população e a própria polícia", contou Jackson. Ainda de acordo com o delegado, bandidos fortemente armados cercaram a sede da Polícia Militar para evitar a saída de quatro policiais que estavam de serviço no local.

Os suspeitos usaram explosivos para arrombar os caixas eletrônicos da área de autoatendimento e destruir o cofre central da agência. "Foram três explosões. Duas de menor intensidade e uma bem forte. Além disso, também soltaram bombas pelas ruas da cidade", afirma Trindade.
Interior da agência ficou destruído.
 (Foto: Blog do Anderson)
Na fuga, os suspeitos abandonaram um dos carros na estrada que fica próximo a uma barragem e atearam fogo no veículo. "Logo após a saída deles acionamos todas as forças policiais da região para nos auxiliar, mas até o momento não localizamos nenhum dos assaltantes", disse o delegado.
A polícia continuou fazendo buscas pelos suspeitos na região. O imóvel atacado foi isolado para ser periciado e avaliar as condições da estrutura. O valor roubado em dinheiro ainda não foi divulgado.
Bandidos queimaram carro usado no assalto durante fuga.
(Foto: Blog do Anderson)

OPERAÇÃO PRENDE INTEGRANTES DE QUADRILHA DE ASSALTO A BANCO EM SALVADOR E NO INTERIOR

Por Clóvis Gonçalves


Operação prende integrantes de quadrilha de assalto a banco em Salvador e no interiorFoto: Driele Veiga/ TV Aratu  
Operação realizada pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO) prendeu quatro integrantes de uma quadrilha de assaltantes de banco em Salvador e no interior do Estado entre os dias 5 e 27 de março.
Foto: Driele Veiga
Foto: Driele Veiga
Foram presos em uma operação especial contra roubo a bancos que duram 20 dias de investigação em toda a Bahia Clodoaldo Rocha dos Santos, O “Thiago”, de 40 anos, Reginaldo Ribeiro do Nascimento, conhecido como “Tio”, 44 anos, Joselito Sales Barbosa, “Pantera”, de 36 anos e Samuel Souza dos Santos, de 39 anos. Com eles foram apreendidos uma submetralhadora 9 mm, três pistolas 380, 45 e 7.66, um revólver calibre 38, 30kg de maconha prensada, 136 munições de diversos calibres, três coletes balísticos, um fardamento completo da Polícia Militar, um veículo VW Fox, um Fiat Uno e um VW gol.
A quadrilha é responsável pelo assalto a um carro forte no dia 15 de fevereiro no hipermercado Atacadão, em Feira de Santana depois do roubo câmaras de seguranças registraram uma troca de tiros e seis assaltantes estavam fortemente armados e encapuzados,eles usaram dois veículos na ação. Uma lotérica na cidade de Itapicuru também foi alvo de cinco integrantes da quadrilha composta por nove homens. O assalto ocorreu no dia 14 de março, o dinheiro do roubo seria usado para financiar o assalto no Banco do Brasil na cidade de Olindina. A policia identificou três veículos que estavam sendo utilizados pelo grupo no momento em que os bandidos colocavam o arma mento dentro do porta mala foi feito o cerco a casa onde eles estavam três foram presos, um consegui fugir.(Artauoline)